Pagina Inicial

Feliz Natal e um bom Ano Novo em 2012!

Desejamos um Feliz Natal e bom Ano Novo em 2012!

 

rst pequeno_principe_1

 Figura - Transcriação do desenho do livro "O Pequeno Príncipe" por PY2CWW

Para este período do ano que fazemos investimentos para um aflorar um sentimento que seja mais próximo do que gostaríamos de ser e de ver se realizar pelas pessoas do nosso planeta terra, dedicamos a aventura deste pequenino ser que habita o "asteróide B612". Uma história que parece ser para crianças, mas não é. Experimente você que é adulto a se permitir enxergar através deste pequeno livrinho e 93 páginas, de letras grandes, recheados de ilustrações e que, poderá ser lido em poucos minutos a transformar sua percepção sobre a vida. Uma vida que sonhamos e desejamos lá no fundo da alma, mas que já está quase que apagada por estar misturada com tanto sofrimento, decepções e angustias. Nos da RST desejamos que neste natal e ano novo você encontre o seu "Pequeno Príncipe" e transforme a sua vida!


Sobre o livro - O PEQUENO PRÍNCIPE
Antoine de Saint-Exupéry

Não é um livro para crianças, porque traz justamente a mensagem da infância, a mensagem da criança. Essa criança que irromperá de repente no deserto do teu coração, a milhas e milhas de qualquer região habitada, - e na qual reconhecerás (ó prodígio!) os teus olhos, o teu riso, a tua alma de há vinte ou trinta anos. A menos que não queiras ver, a face do Pequeno Príncipe, a face de um outro, coroada com espinhos de rosa...

Peço perdão às crianças por dedicar este livro a uma pessoa grande. Tenho uma desculpa séria: essa pessoa grande é o melhor amigo que possuo no mundo. Tenho um outra desculpa: essa pessoa grande é capaz de compreender todas as coisas, até mesmo os livros de criança. Tenho ainda uma terceira: essa pessoa grande mora na França, e ela tem fome e frio. Ela precisa de consolo. Se todas essas desculpas não bastam, eu dedico então esse livro à criança que essa pessoa grande já foi. Todas as pessoas grandes foram um dia crianças. (Mas poucas se lembram disso.) Corrijo, portanto, a dedicatória:  A LÉON WERTH QUANDO ELE ERA PEQUENINO